Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Western States 100: a prova que fez nascer o trail

gordy-ainsleigh-western-states-100_h.jpg

Por Filipe Gil:

 

Este sábado, pelas 13h em Portugal, cerca das 04 da manhã na Califórnia (e quando alguns de vós lerem este post já os ultra corredores partiram) começa mais uma edição de uma das provas, senão a prova, mais mítica do trail running: a Western States 100 Endurance Run. Uma prova de 100 milhas – cerca de 160 quilómetros - que leva os corredores de Squaw Valley, no estado norte-americano da Califórnia, até Auburn, também na Califórnia.

 

Os corredores vão seguir os já “históricos” Western States Trails” e vão subir mais de 18 mil pés, que em quilómetros dá mais ou menos como 5486 metros.

profile-map.jpg

Esta é também das provas mais difíceis de entrar. Há várias maneiras. O top 10 masculino e feminino tem presença garantida. Depois há uma série de provas nos Estados Unidos que classificam para a WS100 (como a do vídeo que colocamos aqui neste post, onde o Ginger Runner tenta a sua sorte.).

 

Há ainda a loteria que torna ainda mais difícil entrar nos escolhidos para esta prova. Tudo começou em 1974/75, como já aqui escrevi várias vezes e como também o vídeo seguinte explica.

 

 

O senhor do vídeo é o mesmo que está na 1ª foto deste post (preto e branco). Esta prova, para mim é um sonho, se calhar impossível de concretizar, mas é um sonho.


Se me perguntassem: “escolhe uma prova, de estrada ou trail, que quisesses fazer em qualquer parte do globo, da Austrália a Tóquio, da Maratona de Nova Iorque, Chicago e a da Muralha da China”, aquele que iria escolher seria esta a 100 Western States 100 Endurance Run. Está na minha Bucket List. Sei que será muito difícil um dia fazer a prova, mas a vida é feita de sonhos, não? É que já me vejo a ir com a família à California, alugar uma daquelas pick ups e fazer as 100 milhas. 

 

Para os interessados na prova, podem seguir, ao vivo, o desenrolar da mesma no site oficial da prova. Sendo que para este ano há espetativas de como se comportaram os vencedores do ano passado, que foram o rápido Rob Krar, nos homens e Stephanie Howe nas mulheres. É uma prova ao estilo americano, pouco técnica, muito corrível, mas com alguns obstáculos interessantes.

377_ESCO_WSER14.jpg

Quem gosta de trail, hoje é dia da prova rainha. Boas corridas.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.