Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Vou ali gritar e já volto ou o desabafo de quem está parada há um mês sem correr…

AAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Pronto, foi o momento de loucura do dia. Estou cansada! Estou farta! Quero é gritar e esconder-me ali em casa para ninguém me ver!

E o porquê deste desvairo? Ah, o porquê….

 

Quem não nos conhece, vai achar uma maluquice só. Chama-se “estar no estaleiro”. Quem nunca esteve parado, paradinho sem treinar? Olhar a janela e ver os outros equipados com os seus ténis reluzentes, a t-shirt colada ao corpo de transpirada, a marca dos calções nas pernas… a inveja é feia, eu sei. Eu sei…

 

O esforço exigido no Louzan Trail, deu cabo das minhas canelas, e trouxe comigo uma canelite. Qual clandestino que se esconde sorrateiramente, e quando menos se espera: txaraaammm, aqui estou eu, e agora tratem de mim!

 

 

E então o que é uma canelite? Não vos vou maçar com pormenores, o nosso amigo e triatleta Pedro Ribeiro Gomes, já nos “falou” sobre esse assunto no seu post “Lesões no Desporto – 2ªParte”. Apenas posso comprovar que são dores nas canelas (e que dores!).

 

Conclusão: ESTALEIRO!

 

Nada de correr, nada de caminhar muito, e tratar através da fisioterapia. Muito gelo, reforço muscular, laser, ultrasons, todos os dias, às 18:50h lá vai a Joana a “correr” para a clinica…

 

Estou frustrada! Aqui a pseudo Salomon Field Tester, anda a testar o sofá…

 

E os meninos e meninas a treinar ali pelo “nosso quintal” (Jamor)… puffff…Mundo cruel!

 

Mas quando eu voltar… AIIIII!!!! Quando eu voltar…

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.