Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Saudades do Porto - review MMSZ 2013

20130917-143737.jpgpor Filipe Gil:Esta foi a segunda “run trip” que vários elementos do Correr Na Cidade running crew fizeram, depois de termos corrido à noite em Santarém em abril. Mas esta foi a primeira corrida que fizemos equipados pela Skechers - numa parceria que a Running Crew fez para as seguintes provas: Meia Maratona do Porto, Corrida da Linha (Destak); Meia Maratona de Lisboa e Night Run Lisboa.E fomos logo ao Porto, cidade que acolhe sempre bem. Contudo, a estadia correu com altos e baixos. O Bruno Andrade, bem se pode queixar, viu o seu carro ser assaltado perto da Fundação de Serralves, perdeu a tarde de sábado em burocracias de polícia e seguros. Como agravante, ficou engripado nos dias anteriores à prova. Mesmo assim quis participar e mesmo a sentir-se com febre fez a Meia Maratona, quando outros, certamente tinham optado por fazer a Mini, ou não correr. Mal cheguei à cidade fui levantar os dorsais no belo edifício da Alfândega do Porto.Eu e a minha família,  - e o Pedro Tomás Luiz, um dos elementos da Running Crew - ficámos no Star Inn Hotel, uma excelente opção de low cost com bastante comodidade. Apenas os acessos são complicados e sem GPS é muito difícil lá ter. Outra nota, o wi-fi devia chegar aos quartos e não ficar apenas no hall de entrada.

20130917-143801.jpgÀ entrada do Edifício da Alfândega onde recolhemos os dorsais na véspera

A prova:Um percurso lindo que se farta, mas que também farta um pouco. Achei um pouco monótono, sem grandes subidas, com o piso de Gaia a massacrar os músculos pela trepidação provocada pelos paralelepípedos.

20130917-143830.jpgEquipados a rigor pela Skechers

E, tal como se diz que não vale a pena voltar a um local onde se foi feliz, é caso para dizer que voltar ao local de partida não foi nada feliz. E foi aí que a maioria das pessoas começou a claudicar – eu inclusive. Seria preferível não voltar ao local de partida e depois do regresso ao Porto pela Ponte D. Luís voltar para o centro da cidade e acabar já perto do Castelo do Queijo, ali ao Parque da Cidade. Fica a sugestão.Outra nota negativa. A hora de começo da prova: 10h20??? Que raio de hora é esta para começar uma prova em pleno verão? Porque não 9:30? É que uma prova de 21K em setembro! Muitos dos corredores de pelotão acaba com o mínimo de 1h30m de corrida, ou seja, pelas 12h, quando o sol já vai alto, sem contar com a grande maioria dos corredores que acaba perto das 2h, ou seja 12h30.Acho que a Run Porto devia repensar o horário de início. Nem que a Mini Maratona – que envolve mais corredores mas menos experientes- tivesse início às 10h.

1234925_631103533596884_697862099_nA fantástica passadeira da chegada

De qualquer forma o local de chegada, assinalado com pompa e circunstância (e beleza), o apoio dos portuenses e das gentes de Gaia aos corredores que passavam – algo que nunca vi desta forma em Lisboa . fazem com que esta prova tenha uma certa mística. É uma prova dura, e num dia de muito calor a dureza ainda foi maior. Mas vale a pena corrê-la. Para o próximo ano espero repetir!

993351_631102693596968_993950449_nAs mais desejadas!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.