Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Saiba tudo sobre a 2ª edição da MM dos Descobrimentos

IMG_7877.JPG

 

 Entrevista feita por Filipe Gil

 

É já no próximo domingo, véspera de feriado, que se realiza a II Meia Maratona dos Descobrimentos. O Correr na Cidade entrevistou o Diretor da Prova, António Campos, que nos revela os postos de abastecimento, o objetivo de trazer mais estrangeiros no futuro e ainda o crescimento da feira da prova.

 

Vamos para a segunda edição da Meia Maratona dos Descobrimentos, é uma prova que já está a ficar na agenda dos corredores?

A Meia Maratona dos Descobrimentos é a sucedânea da antiga Maratona de Lisboa, prova que a Xistarca organizou durante 27 anos. Depois de termos passado a Maratona de Lisboa para outra organização, achámos por bem lançar uma nova prova para a mesma data, ou seja, no início do mês de Dezembro, por considerarmos ser a melhor altura para se correr em Lisboa numa prova com estas características. Depois de analisarmos internamente, chegámos à conclusão que fazia sentido dar ênfase às “Descobertas”, por ter sido um dos maiores feitos dos Portugueses ao longo da sua existência, daí acharmos por bem homenagear essa fase heróica da nossa história.

 

Quantos corredores esperam este ano (divididos pelas respectivas distâncias)?

Pensamos ultrapassar os números do ano passado e atingir os 5.000 concorrentes: 3.000 na Meia Maratona; 1.500 nos 10km; 750 nos 5km na corrida/caminhada.

 

É uma prova que já tem cariz internacional ou ainda não?

Temos vindo a promover a prova nos circuitos internacionais de modo a aumentar a sua notoriedade à escala internacional. O objectivo a médio prazo é trazermos até nós mais de 2.000 estrangeiros tal como acontecia na Maratona de Lisboa. Este ano já iremos ter cerca de 300.

 

Que balanço faz da prova do ano passado?

A edição do ano passado marcou uma estreia auspiciosa. A qualidade técnica do percurso e as condições climatéricas que se fizeram sentir, garantiram a muitos concorrentes melhorar as suas marcas pessoais, tendo sido um factor importante para o lançamento e projecção da prova.

 

Que novidades existem na prova deste ano?

Em relação ao ano passado decidimos trocar a prova de estafetas pela prova dos 5 km corrida/caminhada. Esta opção parece ter sido acertada dado o número de concorrentes já inscritos para esta prova.

 

Vão contar com atletas profissionais?

Ainda não é nossa prioridade convidar atletas de elite, na medida em que os orçamentos com que trabalhamos serem limitados. De qualquer modo, temos já inscritos os melhores triatletas da actualidade como a Vanessa Fernandes, o João Pereira e o Bruno Pais, o que muito nos orgulha.

 

Quantos e que tipo de abastecimentos vão existir na prova da Meia Maratona e nas dos 10Km?

Nos 10km vamos ter gel e mel, nos 15km vamos ter marmelada e no final teremos fruta, chá e bebida isotónica. Em todos os abastecimentos, de 5km em 5km e no final, teremos água.

 

Vão ter feira na prova? Onde será e que marcas estarão presentes?

A Feira irá decorrer na Antiga Fábrica da Cordoaria Nacional, na Avenida da Índia, Freguesia de Santa Maria de Belém. Vamos ter uma Feira que cresceu mais de 100% em relação ao ano passado, havendo diferente tipos de expositores de interesse para todos os visitantes e amantes de desporto. As marcas presentes na Feira serão do sector do exercício físico e saúde em geral e do running em particular. Para além disso e procurando alargar a vertente de solidariedade social haverá também uma recolha de material escolar novo assim como bens alimentares que serão depois entregues à Acreditar, associação com quem nos orgulhamos de cooperar.

 

Quais as datas para levantar os dorsais da prova?

Os dorsais deverão ser levantados nos dias 5 e 6 de Dezembro (sexta e sábado), das 10h às 19h30, na Feira da Meia Maratona dos Descobrimentos. 

 

Como vai ser o chip deste ano, no dorsal ou no pé?

O chip será colocado no pé por ser mais fiável. Relativamente a este tema, podemos adiantar que a Xistarca irá lançar brevemente no mercado, um novo tipo de chips que será uma agradável novidade em Portugal.

 

Que conselhos dão a quem se estrear na distância dos 21km na vossa prova?

Especialmente para os menos experientes aconselhamos que façam uma 1ª parte da forma mais económica possível para que consigam depois gerir da melhor forma a segunda metade do percurso. Dado o facto de estarem reunidas boas condições climatéricas para a prática da modalidade, esperamos boas marcas por parte dos atletas.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.