Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Race Report - 2ª Corrida Volkswagen

20130603-224754.jpgPor Filipe GilFoi a minha primeira participação na corrida da Volkswagen. Dois dos elementos do Correr Na Cidade (eu e o Nuno Espadinha) juntaram-se aos amigos do Correr Lisboa/Porto/Aveiro/Santarém, o Bruno e Sandra, para correr os 10K da Autoeuropa.Pessoalmente, fui para a prova com alguma expetativa, não é muito usual correr dentro de uma fábrica e li excelentes críticas na 1ª edição.Apesar de termos chegado quase 1 hora antes da prova o tempo a conversar passou depressa e entre a recolha dos dorsais, colocação dos chips e a já “tradicional” ida ao WC, quase que partimos atrasados.A corrida começou, o Bruno Claro (Correr Lisboa) foi logo a um ritmo elevado enquanto eu e o Nuno Espadinha ficamos para trás, um pouco mais lentos. Os primeiros três quilómetros passaram depressa. Fui distraído a tirar algumas fotos e a tentar perceber o percurso e a experimentar o Nike + Sportwatch (sobre o qual farei uma review daqui a semanas). Uma coisa foi logo certa, o calor que se fazia era bastante (cerca de 23 graus) e em menos de nada senti o suor a escorrer para os olhos - e arder muito. Confesso que me assustei com o calor e ao 4º quilómetro, já depois de ter aceite a garrafa de água do primeiro abastecimento (coisa que raramente faço em provas de 10K), comecei a sentir algum cansaço (não de pernas nem de respiração, mas sim puramente psicológico), e decidi abrandar. Estava a ficar irritado com o tira e põe óculos de sol à medida que entravamos e saímos das zonas exteriores e interiores da fábrica. Estava a entrar na “zona” em que qualquer detalhe nos irrita.Com isso o Nuno continuou no seu ritmo normal e afastou-se, apesar de o ter “debaixo de olho” a distância chegou a ser de cerca de 800 metros. Na rotunda exterior antes do segundo abastecimento vi ainda passar, em sentido contrário, o Bruno Claro que levava uns bons 3 a 4 minutos de vantagem.Depois de passada a parte mais chata do circuito (zigue zague entre os carros estacionados) comecei a renascer e a ganhar forças, vindas não sei de onde.E junto dos comboios carregados de modelos da Volkswagen prontos a partir da Autoeuropa vi o Pedro Moita, dos Pernas de Gafanhoto, a correr ao meu lado. Aproveitei a oportunidade para me apresentar - já falamos há muito tempo pelas redes sociais, mas nunca pessoalmente.Qual a melhor altura que debaixo de um sol infernal à beira dos 8Km’s, cansado e com sede, para meter conversa? Depois de uma breve troca de impressões, o Pedro segui. Mas com a distracção arrebitei, e passados uns bons metros foi apanhar o Nuno Espadinha que abrandou e sofria com o calor. Devíamos, ambos, ter ficado com a última garrafa de água.A partir daí foi um “vou parar e desistir” para no segundo seguinte pensar “vou chegar ao fim, estou quase a acabar”. Curva aqui, curva ali contava os metros que faltavam, procurei a sombra e até pisei a única poça de água que existia em todo o circuito. A partir daí ainda tentei acenar alguma coisa ao Nuno, que entretanto ficara mesmo atrás de mim, mas nem consegui balbuciar uma palavra. Depois, foi o costume: mal vi o sinal da Meta, renasci e dei por mim quase a sprintar, como se tivesse começado a correr à 30 segundos. Fiz, tempo de chip, 00:51:36. Ou seja, a 00:01:46 do meu recorde pessoal dos 10K . Foi uma prova dura pelo calor, pelo percurso ser plano (um dia explico esta) e pela fraqueza psicológica que se apoderou de mim pelo 4º quilómetro. Mas, em suma, é uma excelente prova.

Pontos positivos:

Parque de estacionamento

Organização e zona de descanso

Animação à volta do evento

Correr pela linha de montagem da Autoeuropa

--

Pontos negativos:

Hora da partida (poderia ser 30 minutos mais cedo)

Abastecimentos muito próximos (o 1º podia ter sido ao quilómetro 4 e o segundo ao quilómetro 8)

Passagem do circuito por entre os automóveis estacionados

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.