Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Quando a corrida se torna um vício

Quatro dias sem correr nem exercício. Bem, na prática, dançar quase doze horas non-stop num festival bem pode ser considerado exercício! Já estava a sentir os sintomas da falta de corrida. Sou uma verdadeira viciada, de acordo com o meu pai. Talvez tenha razão...


Estes dias sem correr tiveram nota vinte no que toca a quality time com amigos não corredores, é verdade. E também é verdade que já recusei convites a amigos porque “tinha que ir correr” e já fui para casa mais cedo porque teria prova no dia seguinte. A minha vida social sofre pelo meu fanatismo na corrida. No facebook só aparecem fotos de corrida, só falo de corrida, tenho cuidado com a alimentação e hidratação por causa da corrida e tenho mais ténis do que saltos altos. E gosto. Gosto, mas há que saber estabelecer limites, há que saber priorizar de forma a salvaguardar a vida social.


Gerir o tempo não é fácil e para uma pessoa que gosta de tudo e tem dificuldades em dizer “não” como eu, ainda menos! Para além do meu trabalho a tempo inteiro enquanto consultora de gestão, no pós laboral dedico-me à SeaBookings.com, uma start-up que lancei com a minha irmã e está numa fase que requer bastante atenção. Por outro lado, adoro ser saudável, adoro comida saudável e adoro cozinhar. É como se fosse uma terapia para mim mas acaba por também consumir tempo valioso. Assim, é escasso o tempo que sobra para dividir entre a vida social e a vida de corredora.


Decidi escrever este post na sequência de o meu pai me ter chamado “viciada”, embora sem sentido pejorativo, esta afirmação fez me refletir. Tudo bem que inscrevermo-nos em grandes provas é muito motivador mas há que ter em atenção que corremos porque gostamos e quando a corrida se torna uma obrigação e prejudica a nossa vida social (e ou familiar), há que travar um pouco. Espero que gostem tanto de correr quanto eu e que o façam por gosto e que, acima de tudo, não se esqueçam dos nossos próximos não-corredores.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.