Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

O trail é hipster?

hipstersNa minha pesquisa por diversos assuntos ligados à corrida, deparei, recentemente, com um certo movimento hipster no trail, sobretudo a nível internacional, movimento se calhar é exagero, mas são vários atletas que fogem um pouco ao estilo "normal" - se é que isso existe - que estou habituado a ver em provas de trail. São "alternativos" e tem estilos de vida muito interessantes, ligados às artes, à fotografia, à filsofia e à escrita, entre outros interesses. Descobri, pelo menos, cinco deles que gostaria de partilhar convosco. Isto, atenção, sem juízos de valor de ninguém.  Os norte-americanos Rickey Gates, Anton Krupicka (o mais famoso deste grupo), o franco-americano Joe Grante, a neo-zelandesa Anna Frost e a norueguesa Emilie Frosberg.Pelo seu aspeto físico, estilo e postura fogem ao padrão normal dos corredores, o qu enão deixa de ser curioso. Ainda para mais porque são excelentes atletas com provas dadas no running, mais especificamente no Trail e no Ultra Trail. Alguns deles já venceram várias provas internacionais. Partilho aqui os links dos seus sites, que merecem uma visita:

Rickey GatesEmilie FosbergJoe GrantAnton KrupickaAnna Frost

Para quem tem menos conhecimento do que é ser "hispter" deixo esta imagem da evolução do movimento nos últimos anos (até 2009, pelo menos):

the-evolution-of-a-hipster_50290b4e749ad

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.