Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

O meu treino amanhã é "Dormir que nem um porquinho!"

Por vezes, não fazer nada é o melhor treino.

 

Quantas vezes já nos deparamos com o dilema de nos sentirmos cansados, mas se não formos treinar ficamos com um sentimento de culpa dentro de nós que acabamos por não respeitar o nosso corpo e acabamos por ir na mesma.

Sim, certamente já aconteceu a todos e se ainda não aconteceu é porque ainda vai acontecer... Mas se for esse o vosso caso já vão saber o que fazer.

 

pig.jpg

 

Está mais que provado que é a dormir que o nosso corpo se desenvolve, recupera e regenera, não só fisicamente como até mesmo psicologicamente, não é à toa que o acto de descansar é um três vértices dourados da pirâmide: Treinar, Comer e Dormir que representa os eixos fundamentais da boa forma física, treinar bem, ter uma alimentação saudável e lá está... Dormir, para que o nosso treino e a nossa alimentação se consolidem.

 

96326627.jpg

 

Ouvir o corpo é sempre a melhor estratégia, se nos sentimos demasiado cansados fisicamente, se ao treinar não estamos a render aquilo que costumamos, se um treino que habitualmente fazemos sem problemas, nos custa horrores, são tudo sinais que o nosso corpo nos dá para abrandarmos o ritmo e acalmar e o mais provavel quando chegamos a este ponto é  estarmos a precisar de descansar um pouco mais que o normal e ficarmos alguns dias sem "fazer bolha" como diz o nosso Luís Moura.

 

Descansar é fácil... Aliás é a coisa mais fácil do mundo... O problema é vencer o sentimento de culpa de não ir para a rua correr ou ir para o ginásio, esse sim é que e dificil, mas necessário.

 

over.jpg

 

Numa semana normal, faço dois dias de descanso total e dois dias de treino mais leve intercalado com treinos mais duros, contudo existem semanas especiais: 

 

Semanas que antecedem provas mais desgastantes: aqui reduzo bastante a carga e concentro-me mais em trabalho acessório; 

 

Semanas pós provas mais desgastantes: aqui concentro-me mais em treinos de recuperação activa; 

 

E por último aquelas que são as piores, aquelas semanas em que o corpo pura e simplesmente dá sinais de desgaste: primeiro que tudo e como estratégia inicial é aceitar que é uma situação perfeitamente normal e que por vezes é necessário acalmar mesmo, segundo e para eliminar o sentimento de culpa do pensamento vou perder a performance se não for treinar, pensamento errado deste já, pois se estamos neste estágio e não paramos, vamos continuar a perder a performance, a minha aposta vai para treinos de recuperação activa, como caminhadas, nadar um pouco ou mesmo andar de bicicleta, mas tudo em ritmo cardíaco baixo, repito ritmo cardiaco baixo, o truque aqui é por o corpo em movimento para ajudar a eliminar os elementos tóxicos que se alojaram no nosso organismo para recuperar mais facilmente e por último aproveitar o tempo para uma activadade mais relaxante como yoga, meditação ou simplesmente uns alongamentos junto à praia com vista para o mar. 

 

andar.jpg

 

Para quem lê as coisas mais na diagonal, deixo aqui um conjunto de acções que podem funcionar como canivete suíço, para quando o cansaço se instala ou prevenir que este se instale tão facilmente.

  • Não descurar os períodos de sono (7 a 8 horas);
  • Aquecer bem antes e alongar sempre após a actividade fisica
  • Ter uma alimentação equilibrada e após cada treino dar ao corpo os nutrientes que ele necessita para recuperar mais rápido como por exemplo açúcares e proteínas;
  • Massagens terapêuticas, não as usar somente quando temos uma lesão, mas usa-las como prevenção;
  • Intercalar treinos de recuperação activa na vossa agenda de treinos;
  • Dedicar alguns dias por semana ao descanso total;
  • Não ficar preocupado se nos sentirmos cansados, acontece é normal, é o corpo a dizer para descansar mais;
  • Usar actividades leves de baixo impacto nas recuperações;
  • Em periodos de maior carga, o uso de suplementos como o ZMA ( Zinco, Magnésio e Vitamina B6) ajudam na qualidade do sono;
  • Se um dia treinamos duro, no dia a seguir talvez seja melhor não com a mesma intensidade o mesmo grupo muscular.

 

Sei que isto são tudo lugares comuns, mas que é necessário lembrar de quando em vez.

 

Bons treinos e bom descanso.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.