Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Meia Maratona de Lisboa 2019

IMG-20190321-WA0000.jpg

Por Tiago Portugal

 

Tenho uma relação de amor-ódio com a Meia Maratona de Lisboa. Já participei várias vezes nesta prova e se adorei a primeira experiência de atravessar a ponte 25 de Abril a correr, no longínquo ano de 2013, nos últimos anos a prova significa acima de tudo desilusão, ansiedade e dor com 2 desistências à mistura. Passar mesmo ao lado da meta ainda com muitos quilómetros por correr dá estas ideias parvas de “acabar” a prova mais cedo do que previsto.

 

 Quando recebi o convite da Luso para participar novamente na maior corrida de Lisboa aceitei de imediato, mas sem colocar grandes expectativas. Fui completamente descontraído, sem treino específico e com o único intuito de me divertir e se conseguisse, acabar a prova, sendo que só isso já seria um feito tendo em conta as duas últimas participações.

 

Fui levantar os dorsais à Sport Expo e achei que estava tudo muito bem organizado, sem grandes filas, atendimento rápido, ambiente de festa, muitos estrangeiros e alguns stands. Sorte a minha que estava lá o stand da Green Roc onde pude comprar os géis da marca GU que ando a devorar nas provas e treinos de trail. Para quem ainda não conhece recomendo. Podem ser mais espessos do que o normal, mas o sabor e acima de tudo a performance compensa claramente.

 

O facto de irmos muitos do Correr Na Cidade ajudou-me a ir mais descontraído. O ambiente estava fantástico, o sol brilhava e os 21k da Meia Maratona de Lisboa esperavam por mim.

IMG-20190321-WA0005.jpg

 

3,2,1 e arrancámos, mais de 10.600 na Meia Maratona, todos com o seu objetivo pessoal. Alguns encontrões iniciais e passado algum tempo encontrei o meu ritmo confortável e segui quilómetro após quilómetro a desfrutar da corrida e do cenário da ponte e de Lisboa.  Sem dar pelo tempo passar cheguei ao quilometro 10 com 50:02 e a sentir-me bem e com forças. Continuei tranquilo e segui sem forçar até Algés, passando Algés aumentei o ritmo e terminei a prova em 1:46:39, uma marca que não estava mesmo à espera, mais um pouco e quebrava o meu melhor tempo aos 21km.

IMG-20190321-WA0001.jpg

No final da prova foi bom ver tantos sorrisos, tanta superação, comer um bom gelado, apreciar o descanso merecido.

 

O único apontamento que tenho a fazer é que não gosto do percurso da prova, percebo o porquê, mas não acho interessante e chateia-me passar ao lado da meta e ainda ter que ir a Algés e voltar. 

 

Muito obrigado à Luso pelo convite, por se associar ao desporto e pela iniciativa de contribuir para a reflorestação e preservação do património hídrico do Luso através da plantação de árvores na serra do Buçaco.

IMG-20190321-WA0003.jpg

 

Meia Maratona de Lisboa, até 2020!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.