Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Estou gordo, e agora?

shutterstock_384205462.jpg

Estou magro para gordo, e gordo para magro. Passo a explicar: vestido safo-me rés-vés Campo de Ourique, a não ser que use coisas justas, mas despido tem uma gordura à volta do corpo que parece que engoli um donut.

 

Odeio a sensação da barriga a “roçar” nas camisas e t-shirts. Ou, quando me sento ficar a limpar a secretária de trabalho com a barriga. E de lado? Horrível, parece que tenho duas bolsas juntas à cintura.

 

Como é que cheguei até aqui? Muito simples, tão simples que até parece parvo: álcool a mais; molhos e comida gordurosa a mais. E pouco exercício. Muito pouco. Com mais uma lesão deixei de correr tão frequentemente e isso nota-se logo. Se querem que vos diga, nem sei se irei voltar a correr com tanta frequência como outrora. Se o corpo não deixa, o que vou fazer? Sempre tenho o ginásio! E o Crossfit! E as caminhadas! E a bisca....

 

Mas como acho que o lamento não emagrece, por isso tenho um plano para as próximas semanas: seguir o plano que em 2013 segui e que dei conta aqui no blogue. Fechar a boca, tentar fazer exercício mais regularmente (pelo menos 3X por semana) e deixar os excessos da cerveja, whisky e afins – quem tem uma profissão que escreve sobre comida, não é fácil. Mas hei-de conseguir.

 

Por agora estou com 76kgs. Quero chegar ao fim de maio com 71kg. Vou contar por aqui, sem ser muito minucioso e exaustivo, se estou a conseguir abater este peso extra que carrego na alma. Como dizem os norte-americanos: please, bare with me

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.