Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Entrevista: Marginal à Noite - Uma Festa da Corrida

É já no dia 13 de junho às 21h30 que se irá realizar a Marginal à Noite. Para conhecerem um pouco melhor a organização e saberem o que podem esperar prova, que se quer uma grande festa, fomos falar com a diretora da prova Carla Ribeiro, sobre mais uma edição que esgotou em tempo recorde.

 

599_cartaz-detalhe_DTL.jpg

Que tipo de corrida é hoje em dia a Marginal à Noite?

A Marginal à Noite é, sobretudo, uma festa da corrida a pé, que tem como característica particular juntar lado a lado atletas experientes e iniciados, equipas oficiais a grupos de amigos e famílias. O mote é mesmo a festa, até porque coincide com o final das Festas do Concelho de Oeiras.
Independentemente disso, são cumpridos todos os requisitos de corrida de elevado rigor técnico. Prova disso foi a entrada da Puma como parceiro para as t-shirts oficiais, na edição deste ano. É o primeiro ano de uma colaboração que pretendemos longa. Depois, continuamos a contar com o importantíssimo apoio dos parceiros como a SportZone, o Grupo Sumol+Compal - com a Água Serra da Estrela e o isotónico Gatorade -, a Tom Tom, a Peugeot – viatura oficial - e o Gabinete de Fisioterapia no Desporto – que administra os treinos de preparação para a corrida.

 

Quem é o “corredor tipo” da Marginal à Noite? 

Temos de tudo; desde o corredor de topo que corre na casa dos 3 minutos/km e que demora apenas cerca de 24 minutos para completar os 8 km do percurso, ao participante que vê no Marginal à Noite uma excelente prova para se iniciar na corrida mais a sério. Esta situação é frequente. Um exemplo é a Filipa Elvas que começou o seu trajeto na corrida, em 2008 na Marginal à Noite.
Desde há dois anos, a Marginal à Noite possibilita aos participantes correr com ou sem chip, para aqueles participantes para quem o tempo de prova não interessa ou para quem opte por ir caminhar. Esta, tem-se verificado como uma opção acertada, sendo a percentagem entre uns e outros de 60/40%, respetivamente.

 

O percurso será o mesmo das últimas edições ou haverá alterações?

Será o mesmo da 1ª edição ou não fosse o percurso um dos atributos valiosos da prova! A partida e chegada frente à praia de Santo Amaro, percorrer a mítica estrada Marginal sempre à beira mar, acompanhados pelo reflexo da lua conferem um enquadramento único. Aliás uma das decisões que teremos de ponderar é se se justifica alterar o percurso para aumentar o número de inscrições…

 

Quantos corredores esperam nesta edição?

 As inscrições esgotaram totalmente! No total 7.200. Se a meteorologia não nos pregar nenhuma partida, esperamos que a quebra de inscritos/participantes  seja inferior à média e que os participantes efetivos sejam de 7.000.

 

Haverá animações ao longo do percurso?

Se o mote é festa, têm de existir animações pois claro, e é uma área em que temos vindo a investir mais nos últimos anos. Com a energia transmitida pela música e cor ao longo do percurso, tentamos que os 8km pareçam mais fáceis!

 

Que conselhos dão aos participantes desta edição?

O nosso principal conselho é : divirtam-se e usufruam desta magnífica marginal de Oeiras sem ruido automóvel.
Depois, do ponto de vista prático, cheguem cedo à zona da partida, usando preferencialmente o comboio. As estações de Santo Amaro de Oeiras e de Oeiras ficam a cerca de 5 minutos da zona da partida. Se o automóvel for a opção, partilhem boleias e utilizem os acessos do lado da praia de Carcavelos, sendo esses os parques recomendados. A estrada Marginal irá encerrar às 19h00 e poderão aceder pela estrada à zona de partida em menos de 10 minutos.

 

A MaN esgotou rapidamente, quais as razões que apontam para esse fenómeno?

Talvez porque quem vem, volta, e traz amigos! Agora mais a sério, penso que um dos grandes atrativos da Marginal à Noite (MaN) será, sem dúvida, o seu cenário ímpar e o correr na Estrada Marginal, à noite. Decerto, esta será a única oportunidade em que o poderão fazer, em segurança, e penso que este é um forte atrativo para que as pessoas adiram desta forma tão evidente ao Marginal à Noite
Diz-se que a corrida está na moda. É verdade, mas o que nós, Câmara Municipal de Oeiras, registamos e comprovamos com muita satisfação, é a mudança de mentalidade e de comportamentos das pessoas que, hoje em dia, se preocupam mais com o seu bem-estar e a corrida é uma das práticas desportivas de eleição. Basta passear pela orla ribeirinha do concelho de Oeiras, a qualquer hora do dia, para o comprovar.
Não nos importa que digam que a corrida e que o Marginal à Noite estejam na moda, desde as pessoas continuem a participar e, sobretudo, a divertirem-se e a tirar prazer da corrida e da prática de atividade física.

 

Esperamos por vocês nesta grande festa!

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.