Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

E tu, já fizeste exames médicos?

human-skeleton-163715_1280.jpg

Se corres, danças, nadas, ou praticas yoga, antes de fazeres qualquer tipo de desporto, pela tua saúde, e pela tua vida, faz exames médicos.

 

Ontem na Meia Maratona de Lisboa, a 200m da meta, faleceu um corredor alemão, de 43 anos, por problemas cardíacos. Eu ía a passar precisamente no sentido contrário, quando vi o aparato, e o enfermeiro a saltar da moto quatro e a iniciar as manobras de suporte básico de vida.

Fui até Algés a pedir aos santinhos, para que aquela pessoa ficasse bem e, ao longo de 8km, deparei-me com mais cinco pessoas no chão a serem apoiadas pelos enfermeiros.

 

Mas será que não percebem, que 21km não são para fazer de ânimo leve?

 

Antes de se preocuparem com o que devem calçar, vestir, ou comer antes de uma meia maratona, comecem pelo básico: aptidão física!

 

Procura junto do teu médico de família, ou médicos da especialidade, seja de desporto ou cardiologia, saber quais os exames que melhor poderão ajudar a estudar a tua capacidade física. Será que o teu coração aguenta mais de 10km em esforço? Será que podes mergulhar sem te preocupares? Será podes efetuar qualquer tipo de esforços sem problemas?

 

Eu em outubro tive de fazer vários exames para perceber as causas da minha tensão alta (sim, sou (ainda) hipertensa!). Descobri que posso correr e saltar sem grandes problemas, porém, não posso mergulhar. Tenho um bater/trabalhar do coração, que apenas me condiciona nesse desporto/hobby.

Se por acaso não soubesse dessa minha condição, e fosse para o mar mergulhar? Se calhar não me aconteceria nada, mas poderia acontecer.

 

O mesmo aconteceu ontem: tu foste correr e nada aconteceu... mas podia ter acontecido!

 

Já marcaste a consulta no teu médico? Não? Então de que estás à espera! Poderá valer-te a vida!

 

Boas consultas!

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Joana Malcata

    23.03.15

    Olá Cláudio,

    a dor até faz parte! Mas devemos ficar na dúvida?

    Cada vez mais há atletas a correr nas ruas e nos trilhos. A mentalidade dos nossos médicos deveria acompanhar esta evolução. O nosso corpo muda. E se aos 10 anos podíamos correr sem problemas, aos 35 se calhar é melhor ver se efectivamente o nosso corpo ainda nos permite as mesmas exigências!

    Não quer dizer nada! Tal como os atletas de alta competição que morrem em campo, e são sujeitos a testes com regularidade, também nos pode acontecer...

    Seja como for, o que custa fazer meia dúzia de exames, tipo eco e eletrocardiograma? Se calhar ao Serviço Nacional de Saúde iria ficar mais barato a prevenção, do que a cura...

    Enfim... continuem a fazer estátuas! ;)

    Boa saúde e boas corridas!
    Joana Malcata
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.