Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Dores de Crescimento

909d98f3-d323-4895-97bd-7e5fe42f1258.JPG

Ao Maré Challenge não volto tão cedo. Bem, talvez não seja bem assim.

Foi um fim-de-semana intenso. Cheio de conquistas pessoais e momentos que irei guardar e recordar sempre que duvidar ou questionar se serei capaz de algo. Constantemente temos que nos relembrar que somos capazes de mais, muito mais do que julgamos.

Somos mais fortes, mais resistentes. Com trabalho, muito esforço, suor e lágrimas somos capazes de quase tudo, e principalmente de nos surpreendermos e ultrapassar barreiras, muitas das quais autoimpostas.

Tentar, insistir e persistir.

2cd12b29-19dc-40e6-b4da-46e876004e00.JPG

Somos, é um cliché eu sei, o nosso pior inimigo. Temos que combater os nossos medos e limitações. O medo de falhar, o medo de não conseguir - tudo isto antes sequer de tentar. A maioria de nós tem falta de autoconfiança, seja transversal ou em alguma área especifica. Eu, por exemplo, não consigo fazer o pino. Tenho medo. Medo de cair e partir o pescoço. Sei que a probabilidade é mínima mas é um bloqueio pessoal que não me deixa avançar. Insisto até ao dia em que irei quebrar esse medo - sei disso.

O fim-de-semana do Maré Challenge foi recheado de conquistas, pessoais e coletivas.

IMG_6649.JPG

Foi o desafio fisicamente mais difícil de sempre. Tudo tremia e só me apetecia parar e desistir. Não sei onde consegui ir buscar forças para contrariar esse instinto. Afinal só lá estava porque queria, não era obrigado e as minhas necessidades fundamentais não dependiam daquilo.

Foi neste WOD que mudei a minha mentalidade no Crossfit: pegar novamente na bola e apesar das dores acreditar que é possível e que tudo o que é mau eventualmente acaba, mais cedo ou mais tarde.

IMG_0276.JPG

No final destes dois dias saí mais feliz, com um sentimento de dever cumprido e acima de tudo por acreditar mais em mim e sentir-me mais capaz de enfrentar as adversidades. Foram dois dias repletos de alegria, frustração, amizade e vitórias.

Acabei mais cansado do que se tivesse corrido uma ultra maratona. Mas valeu a pena.Muito.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.