Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Depois dos 40 o treino de corrida tem de passar pelo ginásio?

50224126_374218006668833_4637472963417866240_n.jpg

A resposta é sim! Aliás, não é necessário ter essa idade para juntar as duas tipologias de treino: corrida e ginásio (como reforço muscular). 

A ideia de que basta pegar nas sapatilhas e zás, vamos para a rua, é bastante romântica, mas serve apenas por uns tempos. Com o acrescentar de provas, exigências em corridas e treinos, e aqueles desafios que dizemos que sim sem pensar muito no assunto, é essencial não nos cingirmos a correr e correr e correr…

Por isso, complementar o trabalho de força é essencial…sobretudo para que as lesões não sejam frequentes.

Ou seja, não há volta a dar: o ginásio não é uma opção. É uma obrigação! Sobretudo para uma vida saudável na corrida sem grandes lesões. 

Claro, quando digo ginásio digo exercício de força. Seja em casa - acredito que apenas 1% de nós o consiga fazer regularmente -, numa box de Crossfit, na rua com grupos próprios etc. 

Puxando para o exemplo pessoal, sou o tipo que menos gosta de ginásio. O-D-E-I-O. Faz-me lembrar as gaiolas com ratos que correm na roda sem parar e sem nexo. E a filosofia de levantar pesos nas máquinas nunca me seduziu. A não ser umas aulas de spinning, odeio o resto. 

Mas…, tenho que o fazer. Tenho que reforçar os músculos, tenho que os preparar para poder correr mais saúdavel, para evitar lesões e sobretudo para trabalhar a parte do corpo que a corrida não resolve. 

Sim, a corrida é fantástica para nos tonificar, para emagrecermos, etc. Mas se não acompanharmos com outra tipologia de exercício, estamos feitos. Sobretudo depois dos quarenta nos de idade onde tudo o que é lesão demora o dobro ou o triplo a sarar. 
Vamos a isso?! A escolha, claro, é vossa.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.