Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Crónicas de uma lesão: dois meses de dor!

massagem-naos-pes-03Por Filipe Gil:Ok, o título pode ser um pouco exagerado mas é mesmo para chamar a vossa atenção porque amanhã, dia 10 de janeiro, faz precisamente, 2 meses que me lesionei no pé direito. Foi nos Trilhos de Casaínhos, e desde esse dia, com maior ou menor intensidade, tenho tido dores no pé direito.Comecei por achar que era problema de osso, algo rachado ou partido, e depois de várias consultas (podologia, ortopedia, etc) de ter feito Raio X e Ressonância Magnética (ambos inconclusivos) decidi colocar o meu pé nas mãos da Dr. Sara Dias, Naturopata - e as melhorias têm sido grandes.Na passada 3ª feira tive mais uma sessão de tratamento, a 4ª, e percebeu-se que a fáscia está diferente, para melhor, mas continua com muita aderência. Ao deslizar um dedo da mão pela planta do pé sinto um “arrepanhar”, quase que faz um barulho a lembrar cortiça. Mas o fato é que a dor que tinha ao caminhar e a correr desapareceu, agora tenho apenas uma impressão numa zona perto do calcanhar que teima em não desaparecer.Não posso deixar de referir que tenho feito, todos os dias, quente e passo, por longos minutos, uma bola de golfe pela planta do pé. Também tenho feito ainda alongamentos com o pé direito.E, esta noite, se tudo correr bem, vou voltar à estrada, e espero fazer 10K sem dor - fingers crossed! A última corrida foi na passada 2ª feira debaixo de uma tempestade e correu muito bem, foi dos meus melhores treinos dos últimos meses.7K "limpos" sem dor, e apenas no último km, o 8º, senti uma ligeira impressão no calcanhar, mas diferente das sentidas até então. Espero que logo, no final do treino, a evolução continue.Claro que me estou a queixar da lesão, mas nestes dois meses corri 9 vezes, e nelas se inclui a Silvestre de Lisboa, o que dá para perceber que há lesões bem mais graves que a minha. Mas duvido que sejam tão chatas de passar. Ela ainda continua aqui, num pontinho da fáscia plantar, apenas, e já não me diz "bons dias" sempre que coloco o pé no chão de manhã, mas continua a dizer olá de quando em vez....Se até ao início da próxima semana as coisas não melhorarem já combinei com a Dr.ª Sara fazermos uma abordagem mais “radical” ao tratamento e passamos a Mesoterapia. Só não o fizemos antes porque eu tenho sido um verdadeiro “maricas” e odeio agulhas e injeções.Mas dois meses de dor, que agora já não é dor mas apenas impressão, e pouca frequência a correr dói mais que uns minutos a sofrer. Não acham?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.