Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Clínica DoutorPé: simpatia e conhecimento

logo_dr_peSimpatia, disponibilidade, recursos técnicos e tecnológicos, conhecimento científico. Alguns dos adjetivos que encontro para analisar a minha ida à Clínica de Podologia e Medicina Especializada Doutor Pé. Encontrei a clínica por pesquisa na Internet . Fica perto de casa e perguntei o preço da consulta indicando que talvez estivesse com uma fascite plantar.Marquei para esta sexta-feira à tarde, mas um imprevisto no emprego fez-me mudar a consulta para mais cedo. A disponibilidade da marcação – dependendo dos horários disponíveis – foi imediata. O que é bom. Nesse telefonema indicaram para levar os ténis com que corro mais frequentemente e uns calções pois poderia ser necessário correr na passadeira (e foi).No local, fui prontamente atendido à hora combinada (9:30) e fui visto pela Drª Joana Barbosa Alves. A médica especializada em Podologia ouvi o meu historial de corredor, quantos kms por semana, que tipo de corridas faço. E viu os meus ténis que mais tenho utilizado. Uns minimalistas de ténis e outros, também com 4 mm de drop. Ambos para a passada neutra.Fiz depois uma análise da passada e aí percebeu logo (e eu vi no monitor)o que estava mal com o meu pé. Nada de fascite plantar, mas sim uma lesão num osso do pé. A Dr.ª verificou a minha passada a andar, descalço e com os ténis, ambos. E viu a curva das minhas pernas.

DSC00354 DSC00363Imagens retiradas do site da Clínica Doutor Pé

Depois fui para a passadeira, e fui filmado a andar e a correr. Primeiro com uns ténis e depois com outros. Vi que o meu pé direito é mesmo muito pronador. Há piores, segundo a doutora, mas o direito é mesmo diferente do esquerdo.Aconselhou-me certos cuidados, evitar o uso dos ténis para corredores neutros ou então fazer palmilhas de suporte à medida. Receitou-me os pensos TransAct para usar dia e noite nos próximos 10 dias (a embalagem tem 10 penso precisamente e custam cerca de 12,5€) e aconselhou-me um Raio X para saber se tenho um problema genético da perna esquerda arquear (refletindo assim o peso no pé direito).Aconselhou também o tipo de ténis (para pronadores) que devo usar a partir dos 10K, para Meias Maratonas ou para Maratonas e ainda para as provas de Trail.A disponibilidade foi excelente. Pediu-me para lhe enviar o resultado do Raio X por e-mail e caso necessitasse de verificar qual o melhor ténis para o meu podia passar por lá para se verificar isso mesmo.Este tipo de consulta custa 55€ com um desconto de 10€ para que, como eu, tem o cartão da Médis (não perguntei se o faziam noutro tipo de seguros). Gostei, sinceramente. E recomendo. Pensava que tinha umas fascite plantar e saí de lá com a certaza da minha lesão nesse osso do pé que, de facto foi onde me começou a doer. E vou voltar a correr este fim-de-semana. Distância curta, no asfalto e com os ténis com mais suporte que tenho!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.