Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

As sapatilhas de trail estão na moda!

Sim, foi isso mesmo que leram. A moda é uma coisa estranha. Contudo é algo que permite identificar épocas, movimentos sociais e políticos. E, ainda mais interessante, observar como reagimos a ela. Na moda, por vezes, observamos tendências que nos levam a determinado estilo de roupa ou calçado e que, no início, faz torcer o nariz. Para, dali a uns meses ou mesmo semanas estarmos a calçar ou vestir o que antes criticámos.

a48b0787-b7f0-4458-8ae1-dc45c260863a.jpg

Lembro-me perfeitamente de ter escrito um post nos primórdios deste blogue - em 2012 - no qual apontava o uso quase em exclusivo, pelos corredores, de roupa técnica, feia, de lycra, com cores berrantes, etc. Que preferia uma boa t-shirt de algodão, de preferência cinza ou azul escuro.

Ora, não vale a pena explicar que passadas umas semanas desse post a minha gaveta de material de desporto começou a ficar cheia da tal roupa que criticava. Sobretudo porque um dos factores mais importantes e distintivos da moda é a identificação com grupos. E se somos corredores, porque não nos vestirmos como tal? E, no caso há ainda as questões técnicas, claro.

Mas os mais atentos certamente já deram conta de artigos, sobretudo nos media internacionais, sobre a influência da corrida e do seu vestuário, sobretudo o calçado, na moda urbana que se usa todos os dias (para a escola, trabalho, etc.).

Se há uns anos foram as sapatilhas de corrida dos anos 1980 e 1990 que deram azo à moda dos “chunky sneakers”, agora a tendência mais recente é a entrada no mundo “fashionable” das sapatilhas de trail running. Sim, leram bem. Começam a surgir das lojas de moda, sobretudo por Berlim, Londres, Paris e Nova Iorque, modelos da Salomon, Hoka One One, etc, ao lado de roupas urbanas. Para uso diário. Trendy, ao que dizem. É giro de ver.

59341dac-bb03-4cea-a810-7506314b76fb.png

E já há marcas que estão a explorar este filão. Entre elas uma bem conhecida dos corredores: a New Balance. Na passada semana quando recebi uns novos Hierro v5 (imagem acima), modelo de trail Running da marca norte-americana, fiquei, pela primeira vez na vida de pseudo corredor, baralhado: usaria as sapatilhas para correr ou aderia à moda recente e escolhi-as como calçado do dia-a-dia?

O modelo, especialmente nas cores que enviaram, causa esse conflito de ideias. São bonitos, têm pinta, será quê…comecei a pensar. E andei naquilo umas horas. Até que sábado de manhã com um treino muito ligeiro combinado ali para os lados de Monsanto o corredor falou mais alto. E lá fui eu com os Hierro calçados para o mato para pisar a terra, a lama e as poças de água.

A preview

E foi a decisão mais acertada. Gostei muito do seu comportamento. Com meu atual nível de corrida não os testei a sério. Mas isto é como andar de bicicleta, não se esquece, sejam 2 quilómetros sejam 20. E estive atento a todos os detalhes da resposta dos Hierro. Agarram bem em solo mais técnico e só numa descida - bastante íngreme por sinal - derrapei um pouco, nada demais.

São sapatilhas com uma base de apoio interessante o que dá muito conforto e transmite confiança ao corredor. Lembro-me de ter testado uns Hierro há um par de anos e achar que eram muito estreitos, propícios a torcer o pé. Estes não. 
Para além da boa base que permite um bom apoio, tem proteção para os dedos na frente - porque há sempre aquela pedra que não devia estar ali, sobretudo com quilómetros sucessivos nas pernas.

Ao fim de oito quilómetros feitos bem devagar (em breve escrevo sobre a situação do meu joelho) cheguei a casa muito contente. Apenas não muito convencido se fiz a escolha certa: ganhei umas excelentes sapatilhas de trail…mas se calhar perdi um par de ténis para andar no dia-a-dia. 
Em breve, não tão em breve como noutros tempos, farei a review final. Fiquem atentos, boas corridas.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.