Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

A experiência de correr em Kyoto

20131106-134737.jpgPelas redes sociais tomei conhecimento que a corredora Carmo Moser esteve no Japão, mais concretamente na cidade de Kyoto. Tratando-se de um destino tão longínquo e de uma nação "corredora", pedia-lhe para escrever umas breves linhas e fotos sobre a sua experiência na terra do sol nascente. Aqui estão:Por Carmo MoserSe há coisa que me dá prazer, é poder correr enquanto viajo. Viajar e correr estão no topo da lista das coisas que mais gosto fazer! E a minha última viagem não foi excepção! Tive o privilégio de correr num dos países que mais me fascina: o Japão. Foi uma experiência inesquecível!O Japão é um outro mundo, em todos os sentidos! Não conheço país tão organizado, com um povo tão educado, tão pontual, tão impecável. Fiquei fascinada! E este fascínio estendeu-se à minha experiência de corrida neste país!A caminho de Kyoto, durante a viagem de avião, pus-me a pensar como seria treinar enquanto lá estivesse: se seria seguro correr sozinha, se os percursos seriam tranquilos ou caóticos, se iria encontrar só estrada ou se conseguiria fazer uns trilhos, se haveria muita gente a correr ou não...Nem de propósito, mal cheguei ao quarto do hotel, tinha à minha espera um folheto com percursos recomendados para corrida, indicando os pontos de interesse durante o caminho, as casas de banho públicas mais próximas (uma indicação sempre muito útil!) e com pequenos detalhes deliciosos, como o sítio onde encontrar determinados passarinhos, cogumelos, plantas ou árvores.Logo aqui fiquei com a ideia que os japoneses “não brincam em serviço”. Que organização!Todos os dias por volta das 6:30 da manhã corri tranquilamente por parques fabulosos, no meio de árvores lindas, a ouvir os passarinhos a cantar; corri junto ao rio Kamo, que nuns dias parecia calmo e inofensivo e noutros tinha uma força brutal; corri no meio das ruelas de Kyoto, onde consegui apreciar verdadeiramente a cidade, sem turistas, nem grandes confusões; sempre na companhia de muitos outros corredores, praticamente só japoneses, todos equipados “até aos dentes”, que o Japão é um verdadeiro atentado para a carteira de qualquer corredor, tal é a quantidade e diversidade de material de corrida que existe à venda!Só tive pena de não conseguir fazer uns trilhos no meio das montanhas! Mas isso fica aqui apontado na lista das coisas que um dia gostava de vir a fazer!20131106-134445.jpg20131106-134806.jpg20131106-134832.jpg20131106-134840.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.