Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Por Nuno Ferreira:

  

2014-11-05 02.22.41-1

 

Foram precisos alguns treinos mais calmos e curtos entre paragens forçadas por causa do problema no joelho direito (que me atormenta há vários meses), para conseguir estar à vontade para falar sobre a minha primeira impressãos com os Puma Faas 500 S, sendo o S indicativo de Stability (suporte) e o número 500 é o indicador da gama, estando precisamente a meio da escala que a Puma usa. 100 para os modelos mais razos e com menos amortecimento e apoio, até ao 1000, sendo os modelos desta escala os que oferecem maior suporte e amortecimento.

 

Quando fiz o unboxing deste modelo, que pode ser lido aqui, já tinha falado em algumas das suas características principais, como o seu peso leve para o tipo de sapato que é (297g, tamanho 46), o drop de apenas 4mm que auxilia uma passada mais natural e o amortecimento perfeito graças à borracha Faas Foam utilizada na sola. É claro que falarei melhor sobre a sola e sobre as características técnicas deste modelo na review final.

 

2014-11-05 02.22.392014-11-05 02.22.41

 

Corri com os Faas 500 S em todo o tipo de terreno e estes adaptaram-se sempre muito bem ao piso, fosse este em terra batida, sintético ou de alcatrão. Usei principalmente nos treinos mais longos e com ritmos mais calmos. Confesso que no início estava um pouco receoso, pois só tinha usado calçado mais casual da Puma e associava a marca a todos os desportos menos à corrida, mas estou extrememante satisfeito e todas as minhas dúvidas desapareceram assim que os usei pela primeira vez. Para além disso, gosto bastante do visual e as cores conjugam-se muito bem, não chamando demasiado a atenção.

 

2014-07-06 20.07.18

2014-11-05 02.22.42

2014-11-05 02.22.40

  

Senti-me sempre muito bem desde o primeiro treino. O conforto é notório graças à Faas Foam que absorve grande parte do impacto no solo e sinti que os meus pés não estavam constrangidos, tendo bastante espaço à frente para se mexerem. Atrás, senti sempre o calcanhar devidamente apoiado e estável, devido ao pedaço de plástico mais duro e resistente, cuja função é segurar o calcanhar no lugar, evitando o aceleramento da pronação.

 

2014-07-31 19.49.42-1

(a borracha laranja na sola ajuda a estabilizar e a dar suporte durante o contacto com o solo)

 

Após 60 Km, a sola continua como nova, tirando apenas uma pequena zona frontal no sapato esquerdo onde a borracha branca parece que se está a desfazer e a sair do sítio, o que não acontece no sapato direito. Vamos ver se esta situação piora à medida que vou correndo com eles.

 

IMG_7888

(A zona onde a borracha branca está a sair do lugar é visível nesta imagem junto à borracha negra mais larga)

 

Durante o último treino, senti algum desconforto e até uma ligeira dor em ambos os calcanhares mas não liguei muito. Só reparei que tinha a pele nessa zona ligeiramente esfolada quando cheguei a casa e me descalcei, mas penso que o problema poderá ter sido por causa das meias que usei e que não me protegeram adequadamente por serem mais curtas que o habitual. De qualquer forma, fico com a impressão que o material usado na zona de apoio do calcanhar é um pouco abrasivo.

 

2014-08-15 21.28.17-2

 

No geral, estou muito satisfeito com os Puma Faas 500 S. É o modelo perfeito para quem faz treinos mais longos em todo o tipo de piso e que procura calçado com bom amortecimento mas não em demasia. É claro que o seu baixo peso também convida a treinos um pouco mais rápidos, mas para isso existem modelos mais adequados.

 

Podem ler a review final em breve.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.