Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Crónica VIII - o tempo passa a correr

 

unnamed (3).jpg

 

Por Filipe Gil

 

Quarta-feira, dia 25 de fevereiro

Treino INTO THE WILD guiado por David Faustino.Um treino muito, muito bom. Subimos, subimos e continuámos a subir. Deu para testar o meu novo frontal da melhor maneira (é um Led Senser HR7 v2), isto porque às tantas a meio do treino perdi-me e fiquei sozinho, no escuro dos single tracks de Monsanto durante uns 10 minutos. Culpa minha. Fiquei entre o dois grupos do treino, sozinho e o David disse-me, é sempre à esquerda. E eu, chego a um cruzamento e viro para a direita, convencidissimo que estava a virar para a esquerda - podem rir, é defeito de fabrico. Sabe Deus como consegui tirar a carta de condução...

O fato de me ter perdido - sem ter qualquer noção de onde era o norte e sul - foi pacífico. Pelo menos até certo ponto. Várias coisas me passaram pela cabeça, confesso. Mas tentei controlar o relativo medo que senti na altura com um jogo interessante com a cabeça. Tentava pensar que estava no Mont Blanc a meio da noite e que tudo iria correr bem. Ou que estava num prova nos Estados Unidos e que logo, logo iria encontrar alguém (amigável, claro). Estava a safar-me.


Até que ouvi ladrar de cão grande (sabem a diferença, certo?) e aí tudo o que era uma tentativa de encontrar pontos de referência em Monsanto foi por água abaixo. Corri na direção contrária a toda a velocidade e fui ter a uma estrada. E aí percebi onde estava, finalmente. Consegui encontrar o grupo num instante, e ninguém percebeu que me tinha perdido. Ninguém se preocupa com os "organizadores" do treino e como os restantes membros da crew estavam - como estamos sempre - preocupados com os nossos convidados, ninguém deu pela minha falta. E ainda bem. 

Mesmo com isso foi um treino positivo para mim. Senti-me bem. Apesar de não estarmos com um ritmo elevado, senti-me com força para acompanhar o grupo da frente, senti que os treinos começam a dar frutos, finalmente!!! Este treino demorou um pouco mais do que esperado porque dividimo-nos em dois grupos e um deles pensou que tínhamos seguido por um caminho e nós fomos por outro.

 

Ficou a lição aprendida que isto de guiar cerca de 30 convidados por Monsanto, à noite, e em trilhos difíceis não é fácil. Mas é um grande orgulho pertencer a esta crew. Estamos cada vez melhor a guiar pessoas nos trilhos.

 11011471_782344605180206_7800192508463475041_n.jpg

Domingo, dia 1 de março

Dia de treino com alguns elementos da crew e o amigo Rui Alves Pinto. Às 8h da manhã já lá andávamos por Monsanto. Fomos fazer o reconhecimento do treino THE PACK, tendo em conta um circuito desenhado pelo ultra Pedro Conceição. Aliás relembro aqui que ainda temos algumas inscrições até ao dia 6 de março para os homens de verdade que queiram correr ao nosso lado pelo trilhos noturnos de Monsanto. Atrevam-se!

18074711_lLIPg.jpeg

Foi um treino "puxadinho". Não estava para lá virado, mas ao fim de 10km aqueci e já me estava a sentir bem, sobretudo nas subidas. Percebi também que o novo piso que a CML colocou na rampa da A5 e do Cozido é terrífico para os meus joelhos, sobretudo quando desço. Num trecho pequeno, descemos para voltar a subir e o meu joelho direito queixou-se logo.

Começa a crescer em mim uma grande dúvida em relação ao calçado. Se levo os Puma Faas 500 TR versão 1 ou versão 2. Os primeiros já estão muito feitos ao meu pé. Os segundos ainda só fizeram 20 e poucos quilómetros, mas são mais giros...Tenho que decidir em breve, o resto da indumentária está escolhida e testada. No próximo sábado irei ter um treino longo onde já pedi aos meus colegas de crew mais experientes para apertarem comigo. Serão cerca de 4 horas a correr. Para preparar bem o Piódão.

 

Ainda em Monsanto, cruzamo-nos com a partida da Corrida da Árvore - já a fiz duas vezes - e incentivámos com umas palmas os corredores.

 

Depois deste treino alguns elementos foram a um dos nossos treinos sociais, eu infelizmente não pude ir. Foi um treino muito interessante feito em parceria com o Açores Trail Run.Um treino com muita gente e com um sorteio que ofereceu viagem, estadia e dorsal para a prova açoriana. 

10378930_782448765169790_1107093555466659715_n.jpg

Por último, e por hoje, queria partilhar convosco algo que está intrinsecamente ligado à minha preparação para o Ultra do Piódão: a minha barba. Sim, leram bem: b a r b a . Desde que comecei a minha preparação para esta aventura que não corto a barba - sim, aparo-a, porque senão ainda recebia moedas no Metro ou a minha mulher e filhos cortavam-me os pêlos durante o sono.

barba.jpg

Mas a razão é mais uma forma de, no dia-a-dia, me lembrar da minha aventura. De me ajudar também que a resiliência e vontade e espírito de sacrifício que estou a colocar nesta contenda podem ser transpostos para o dia-a-dia. Que a corrida, por vezes, não é mais do que um sinónimo da nossa vida, com altos e baixos, com alturas que parece que vamos atirar a toalha ao chão, mas com outros gloriosos que nos permitem rir e sorrir. 


A minha dúvida é cada vez maior. Será que vou sorrir no final do Ultra do Piódão?

 

p.s. - completamente farto do inverno. Farto de correr com impermeável, tshirt interior, tshirt de fora, sem saber como sair de casa antes de ir 3 horas para correr em trail. Quero correr os trilhos com pouca roupa e calções curtos!!!

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D